Resident Evil 3 – Raccoon City Demo

Remake da terceira versão repaginada da franquia estreia em 03 de abril de 2020

No ano passado (2019), a Capcom lança o Remake do clássico e aclamado Resident Evil 2 de 1998, e agora em 2020, no dia 3 de Abril teremos Resident Evil 3 Remake.

Muitas empresas de game vêm adotando a estratégica moda do remake e para fãs antigos que pegaram as franquias em ascensão. Isso é um prato cheio. Existem fãs que são preciosistas e são contra os remakes, outros acham que é uma ótima oportunidade de ver o seu game favorito em gráficos mais novos e com uma nova pegada (o que é o meu caso).

Jill Valentine está de volta em Resident Evil 3 Remake.

Conheci a franquia em 2005, com Resident Evil 4, que é um divisor de águas entre fãs e depois fui jogar os seus antecessores. Devo dizer que me apaixonei pelo gênero Survivor horror e não me canso de jogar os antigos, por mais que já tenham envelhecido bastante.

Quando a Capcom resolveu deixar de lado essa pegada de horror estratégico e focar mais em um jogo de ação, os fãs de carteirinha ficaram desapontados, outros abraçaram a ideia porém, depois de um certo tempo, a franquia foi perdendo espaço e só veio a se recuperar em 2017 com o lançamento número 7 de Resident Evil.

Em 2018 o anúncio do Remake de Resident Evil 2 foi certeiro para que os fãs old-school voltassem a olhar para a franquia com outros olhos. No ano seguinte o remake é lançado e anunciado o do terceiro jogo. A fórmula de jogo de terror e sobrevivência voltou, mas com um olhar moderno!

A demo começa com Jill Valentine, uma das sobreviventes da força especial S.T.A.R.S. e protagonista do primeiro jogo da franquia, entrando em um vagão de trem e sendo introduzida a dois personagens do jogo original, Carlos (com um novo design sensacional) e Mikhail.

Jill se encontra com Carlos e Mikhail dentro de um dos vagões.

A missão de Jill é restaurar a energia para que o metrô volte a funcionar, para isso ela tem que atravessar as ruas de Raccoon City que estão lotadas de zumbis e onde caos reina. O jogador aprende a esquivar, carregar sua arma, atirar e combinar ervas medicinais para manter a vida de Jill cheia. Diferentemente do jogo anterior, esse trás uma pegada mais rápida e ao mesmo tempo intensa. Para completar a missão você tem que apagar o incêndio de uma viela que leva ao local que irá reabastecer a energia do metrô, você precisa de uma mangueira de incêndio que será ligada num hidrante. O desafio é atravessar todos os obstáculos e finalmente encontrar o grande perseguidor deste game, Nemesis, o monstro zumbi que é uma arma de destruição ambulante e super poderosa!

Ao terminar a demo não tem como não querer jogar esse jogo! Os gráficos estão impecáveis, a jogabilidade continua quase a mesma de seu antecessor, só que com uns ajustes no menu de itens e no jeito do jogador coletá-los.

Vale a pena conferir a demo do game e já reservar sua cópia digital ou física para que dia 3 de Abril o terror chegue à sua casa!

Deixe uma resposta