Final Fantasy VII Remake Demo

Confira nossas impressões sobre o demo de Final Fantasy VII Remake, lançado em 02/03/2020 pela Square Enix.

Na segunda-feira da semana passada, dia dois de Março, os fãs de Final Fantasy foram agraciados com o demo de Final Fantasy VII Remake, lançado pela Square Enix. Como fã de carteirinha, eu estava acompanhando as notícias e já estava por dentro de que algo sairia no dia dois ou três, pois vários youtubers de fora já haviam deixado dicas de que alguma novidade chegaria por volta do começo do mês, que originalmente seria a data de lançamento do jogo.

Eu fui acordado por uma notificação de um dos youtubers que trata do conteúdo de Final Fantasy, já fui ligando meu PS4 e colocando o jogo para baixar enquanto tomava um café. Embora eu tenha visto as imagens vazadas, poder jogar e saber que eu tenho o jogo no meu videogame é emocionante e um sonho realizado. Vale dizer que muito dessa matéria está ligado ao nosso post anterior sobre o jogo. Vale dar uma conferida lá antes de ler essa.

Vamos ao Demo.

Clássico momento em que Cloud encara o Reator 1.

Ele começa com a icônica abertura do jogo original, a música, o cenário, o clima, tudo em seu devido lugar, só que com gráficos estupidamente aprimorados em comparação ao original de 1997. Após a primeira cena, o jogo começa e de cara já da pra sentir como a cinematografia de Final Fantasy VII está sendo muito valorizada, dando a sensação de se estar jogando dentro de um filme.

Já é de conhecimento geral, para quem acompanha o desenvolvimento do jogo desde 2015, que Final Fantasy VII Remake não é mais um RPG de turno, mas um jogo de RPG-Ação. Logo de cara dá pra sentir como o ele está fluido e ainda com uma pegada de “turno” muito legal. Utilizando um sistema híbrido de ATB, que já vem dos antecessores da franquia, o jogo tem uma pegada rápida, mas com pequenas pausas para o jogador escolher ações e habilidades especiais dos personagens para prosseguir na batalha, o que acaba dando uma desacelerada no combate, trazendo uma mecânica de turno para o mundo da ação. Para quem procura uma jogabilidade mais para ação, basta usar os atalhos que o jogo oferece com diferentes combinações de botões.

Screenshot que mostra um pouco de como o combate do jogo funciona.

Após algumas batalhas na estação de trem, há um lance de escadas onde você encontra as outras personagens do grupo AVALANCHE e o jogo finalmente entrega as primeiras linhas de diálogo e interação entre os membros. É nítido ver como a dublagem e as falas foram muito bem construídas, a expressão facial e corporal dos personagens está muito bem feita e real. As cantadas de Jessie são muito divertidas, as tiradas ácidas de Cloud nunca foram tão vivas e o discurso ecológico de Barret é lindo!

Momentos depois, os personagens adentram o famoso Mako Reactor. Barret e Cloud começam a luta contra o primeiro chefe do jogo, o icônico robô escorpião (Guardian Scorpion/Scorpion Sentinel). A luta é intensa e longa, o que muito agradou um grande grupo de fãs (incluindo a mim), que esperavam um jogo com uma dificuldade elevada e um gameplay inteligente. A Square Enix está conseguindo entregar um material novo e bem feito que vem agradando até os fãs mais preciosistas da série, incluindo um modo clássico que age de forma mais lenta e lembrando um turno.

No final do Demo o gosto de quero mais fica na boca e as lágrimas nos olhos. É muito gratificante lembrar que todos os que jogaram e conhecem a história magnífica desse jogo, finalmente poderão tê-la contada com gráficos espetaculares, vozes e música usando a tecnologia de hoje e que logo estará disponível (10 de Abril – junto com o novo Album do Nightwish – Hvman Natvre).  Vale a pena conferir o Demo de Final Fantasy VII Remake e já se preparar para o que está por vir.

Durante a semana, os desenvolvedores do jogo, Tetsuya Nomura e Yoshinori Kitase, deixaram várias notícias em uma matéria que saiu no site da Square Enix, destrinchando alguns momentos marcantes do Remake, afinal o projeto nunca foi de apenas repetir a história de 1997, mas de também adicionar novos elementos e expandir o universo de Gaia ao máximo com mais desenvolvimento dos personagens do grupo AVALANCHE , novas missões e uma Midgar completamente nova e explorável.

Só nos resta agora degustar esse demo até o jogo sair a versão definitiva e tentar não morrer de ansiedade!

1 comentário

  • […] Após umas lágrimas derramadas pela bela cena de abertura você então assume o controle do mercenário Cloud Strife que acompanha o grupo AVALANCHE, uma organização eco terrorista que quer destruir o império da Shinra, uma empresa de energia que visa somente o lucro e o poder. Esse primeiro capítulo do jogo é praticamente idêntico ao original e foi bem destrinchado na nossa matéria sobre a Demo deste Remake. […]

Deixe uma resposta