Banda da Ucrânia, Sinoptik lança seu novo álbum

Banda revelação ucraniana de occult rock estreia com muito peso em seu primeiro álbum

Banda revelação ucraniana de occult rock chega com muito peso em seu novo álbum!

Capa do álbum The Calling, da banda ucraniana Sinoptik

Sabe aquela impressão de ouvir algo familiar mas ao mesmo tempo totalmente novo? Foi exatamente o que senti ouvindo o lançamento da banda Sinoptik.

Destaque no Aztech Metalfest Online, a Sinoptik é mais uma banda de Kiev, na Ucrânia, que começa a ganhar notoriedade mundo afora. O trio de occult rock lançou o single ‘Black Soul Man’ em novembro de 2020, uma canção de combate à opressão e que, ao mesmo tempo, busca confortar tantas pessoas – que como os próprios ucranianos – sofreram opressão em determinado momento da vida. 

Sinoptik foi formada em 2014 em Donetsk, mas a guerra civil forçou Dmitriy Afanasiev (guitarra, teclado e voz), Ruslan Babayev (bateria) e Aleksandr Savin (baixo) a mudar para a capital Kiev. Segundo os músicos, a situação de deslocamento em meio aos caos deixou um sentimento de serem tratados como “cidadãos de segundo classe”.

Imagem enviada por IDL Press
Imagem enviada por IDL Press

A sonoridade da banda é uma mescla do clássico com o moderno: reverbera a aura do rock setentista e é amparado com produção bombástica, com todos os instrumentos e nuances perceptíveis.

O álbum The Calling mostra muito bem tudo isso: uma homenagem aos clássicos sem perder a originalidade. A voz de Dmitriy tem um crescente nas músicas, acompanhada pelos instrumentos que carregam um peso e melodias incrivelmente bem trabalhadas. Imagine esses caras ao vivo – saudades de um show, é minha filha?

Sem agressividade, mas com um toque de doom e rock psicodélico que me fez viajar ainda mais nas músicas. As letras em sua maioria são em inglês, o que facilita para entender a história que eles estão contando em cada faixa, mas confesso que fiquei curiosa em ouvir mais da banda em seu idioma original.

A última faixa do disco, The Call, é a mais longa: quase 10 minutos de música. 10 minutos que eu confesso que não achei que passariam tão rápido. A música ficou incrível em todos os seus momentos e tem uma força que faz você querer ouvi-la várias vezes. Mas não deixe ela repetindo… cada faixa vale seu tempo.

O trabalho ficou lindo nesse novo álbum, digno de banda veterana. Para os fãs de Black Sabbath, Pink Floyd, Mastodon; é um prato cheio. Confira os álbuns anteriores para conhecer mais do som e da história desse trio.

Deixe um comentário